domingo, 15 de agosto de 2010

Bhárbara Renault: nova geração de talentos mineiros!




Dando sequência aos posts sobre talentos mineiros, após 3 domingos, iniciado por Mary Design, Renato Loureiro e Luiza Barcelos ( para quem está de passagem por aqui pela primeira vez e se interessar em ver os outros posts eles estão nesta ordem!) agora é a vez de Bhárbara Renault. Jovem, bonita e talentosa, além de muito consciente dos passos a seguir em busca de seu sucesso profissional, Bhárbara foi trilhando seu caminho aos poucos com muito estudo, trabalho e dedicação para chegar à criação de seu marca própria a Jardin que utliza tecidos de muita qualidade e tecnologia, espanhois, italianos, entre outros e prima por um acabamento impecável com peças que são ao mesmo tempo atuais e atemporais.  Estive no show room de Bhárbara e puder constatar pessoalmente a beleza e qualidade de suas peças com tecidos primorosos de toque macio e caimento perfeito. E fiquei muito feliz em ver de perto sua satisfação e entusiasmo com suas criações. Com certeza será uma marca de muito sucesso pois um trabalho quando é feito com amor, dedicação e profissionalismo só pode trilhar este caminho!


E ela já esteve presente nos blogs 
Hoje vou assim off, com a querida Ana Carolina usando um casaco lindo da marca e com Cris Guerra do Hoje vou assim usando um vestido Jardin

Um pouco de Bhárbara:



Bhárbara Renault

A moda descobriu a Bhárbara ainda pequena. Com o tempo, o inevitável aconteceu: depois de percorrer diversos caminhos paralelos e complementares a esta indústria, surgiu a vontade de criar peças próprias que refletissem uma interpretação pessoal do feminino e do contemporâneo.
Formada em Artes Plásticas, fotógrafa, Bhárbara trabalhou em Belo Horizonte como designer gráfica para diversas agências, mais especificamente com a publicidade e a comunicação de moda. Quando a vontade surgiu, a estilista desenhou o seu caminho de forma conseqüente: uma pós-graduação em solo brasileiro e um mestrado na atmosfera francesa (na Université Lyon II - Université de la Mode). Junto a isso, acumulou experiências profissionais na área de pesquisa de tendências em uma grande marca prêt-à-porter francesa com presença mundial (Promod), e com uma longa assessoria a uma empresa nacional de calcados e bolsas (Luiza Barcelos), para conhecer a dinâmica dos diferentes mercados.
A Jardin é uma conseqüência natural de um desenvolvimento e um amadurecimento pessoais, que refletem Bhárbara não só como estilista, mas como mulher.  Para a estilista, a Jardin, mais do que a realização de um sonho, é a execução de um conceito.

O conceito da marca 



A semente da Jardin veio do sonho de criar uma moda com personalidade, composta por peças que traduzem as necessidades da mulher contemporânea, em toda a sua dinâmica e sua forma multifacetada.  O conceito da Jardin se apóia em materiais modernos e de primeira qualidade, corte e acabamento impecáveis e um caimento que valoriza a silhueta, sem marcar o corpo.
A Jardin acredita que a sofisticação vem da simplicidade e nos deixa livre para adaptar composições, não só de acordo com a ocasião, mas também imprimindo notas pessoais. Esta é a proposta da marca, uma moda casual chique e, ao mesmo tempo, extramente versátil – coringas ou peças-chave cheios de personalidade, que, dependendo da produção, cabem no cotidiano e nos diversos papéis da mulher atual.




Release verão 2010 Jardin.  _  Paisagens imaginárias
Casas abandonadas, espaços vazios, lugares expostos à ação do tempo e que, aos poucos, são invadidos e reocupados pela natureza. Paisagens que abrigam, lado a lado, as memórias da interferência humana e da força da natureza.
As pinturas descascadas se revelam em registros únicos. Camadas de tinta desvendam diferentes cores e vestígios numa combinação inusitada... Indícios sobrepostos da memória destes lugares, nuances de lembranças alheias entrelaçadas.
Cenários onde a arquitetura imprime sua força e sua fraqueza nas ainda resistentes, contudo desgatadas, estruturas informes – o poder do tempo forjando o espaço.
Imagens que nos levam à reflexão, que nos permitem viajar ao passado e que, diante das quais, a imaginação borbulha. Pois, a beleza destes lugares, jardins de memórias e sonhos, está no equilíbrio entre as marcas e a leveza do tempo, na combinação do concreto com o orgânico.
Dentro desta poética nasceu a coleção de verão da Jardin. Que usou a aquarela para reimprimir cores e vida a estes lugares desabitados. Cores dissolvidas em água, sonhos pincelados no papel. A partir daí, os croquis ganharam forma.
Branco, cru, nude e tons de cinza formam a cartela de tons neutros. Verde água, azul celeste, rosa lavado, rosa seco colorem as peças e o ambiente numa mistura de pastéis e transparências. O marinho e o preto entram para compor a coleção, atribuindo assim mais versatilidade à combinação dos looks.
Recortes, dobras e detalhes inspirados na geometria e nos segredos destes lugares percorrem o corpo da mulher. A leveza e a delicadeza das peças é contrastada por um toque minimalista, onde o tecido e o corte chamam atenção. O resultado é uma coleção feminina, alegre, chique e confortável, na qual tudo foi trabalhado dentro dessa mescla de sonhos e realidade. 
Uma sintonia entre imaginação, romantismo e razão.
Fantasias impressas no papel. Desejos concretizados em moda."
Catálogo da coleção de verão 2011


Fotos do catálogo da coleção de verão 2011 Jardin

Meu desejo só pode ser um: Sucesso Bhárbara pois talento você tem de sobra!
Beijos a todos!

4 comentários:

Eneida disse...

Legal!
Peças elegantes!
Gostei de saber mais!
Beijo!

Babi disse...

Foi um prazer recebê-la!!!! Muito obrigada pelo carinho!!! Um grande abraço, Bhárbara.

Feito pela minha mãe disse...

Oi amiga! Que legal conhecer mais esta estilista de talento!!! Amo conhecer os processo de criação de uma marca, estou ligadíssima neste assunto! Acho que as criações falam muito de seus criadores!

Um beijo! Nádia

lea disse...

que roupas lindas amigas, como tem gente talentosa na tua terra hein.
*obrigada pelo carinho no blog, bjos

Postagens populares